CatolicoApp

Pesquisar
Pesquisar
Close this search box.

O que é o Cerco de Jericó?

O Cerco de Jericó é uma prática de intensa devoção e oração que tem suas raízes no Antigo Testamento, no livro de Josué.

EQUIPE DO CATOLICOAPP

Josué e o Cerco de Jericó
Representação histórica do Cerco de Jericó. Fonte: Reprodução.

O Cerco de Jericó é uma prática de intensa devoção e oração que tem suas raízes no Antigo Testamento, no livro de Josué.

Essa antiga narrativa bíblica conta a história de como o povo de Deus, liderado por Josué, conquistou a cidade de Jericó através de um ritual de sete dias de oração.

Hoje, o Cerco de Jericó é uma expressão de fé e perseverança realizada por muitos católicos ao redor do mundo.

O que foi o Cerco de Jericó?

O Cerco de Jericó é uma metáfora espiritual poderosa para as batalhas e lutas diárias que os cristãos enfrentam em sua jornada de fé.

Moisés conduziu o povo de Deus em fuga do Egito rumo à terra prometida. Mas antes que o povo chegasse a essa terra, Moisés faleceu e não conseguiu entrar na terra prometida, então Deus escolheu Josué filho de Num, ele que era popularmente o “braço direito” de Moisés, para dar continuidade a esta missão e conduzir o povo (cf Josué 1).

Publicidade

Receba conteúdos exclusivos para ajudar no seu relacionamento com Deus!

Deus concedeu a terra ao seu povo e a culpa das terras estarem fechadas e habitadas por outros povos não é de Deus. Os israelitas tinham que avançar corajosamente para tomar posse daquilo que Deus lhes havia concedido. E após a travessia do rio Jordão os israelitas se depararam com a cidade de Jericó – que pertencia a eles – totalmente fechada.

Josué, seguindo as ordens de Deus que consistia em todo um ritual para entrar em Jericó e este ritual consistia em dar a volta na cidade durante sete dias diante da arca do Senhor, seguindo todo o rito prescrito, todos os dias. Assim se fez, após cumprirem todo rito prescrito, no sétimo dia, as muralhas caíram e os israelitas finalmente tomaram posse de Jericó (cf Josué 6,20).

Josué e o Cerco de Jericó
Representação histórica do Cerco de Jericó. Fonte: Reprodução.

 

O Significado Atual do Cerco de Jericó

Assim como o povo de Israel precisou cercar e conquistar a cidade de Jericó para tomar posse da Terra Prometida, os católicos, através do Cerco de Jericó, buscam fortalecer sua fé, vencer as adversidades e conquistar graças e bênçãos especiais de Deus.

A Prática do Cerco de Jericó

O Cerco de Jericó consiste em uma semana intensa de oração pessoal e comunitária, que geralmente começa com a celebração da Santa Missa.

Durante os sete dias, os fiéis se reúnem diante do Santíssimo Sacramento exposto para rezar o Santo Rosário, ler a Palavra de Deus e dedicar, pelo menos, uma hora em adoração a Jesus Eucarístico. O objetivo é criar uma atmosfera espiritual fervorosa e perseverante, buscando a intercessão de Nossa Senhora e a proteção divina.

Cerco de Jericó em uma Paróquia
Cerco de Jericó em uma Paróquia. Fonte: Pastoral da Comunicação

Assim como aconteceu no relato bíblico, onde as muralhas de Jericó caíram após o cumprimento dos rituais prescritos por Deus, os participantes do Cerco de Jericó acreditam que suas orações incessantes e perseverantes abrirão as portas para a intervenção divina.

Através do poder da oração, eles esperam ver suas dificuldades e desafios espirituais serem superados, alcançando a vitória e as graças especiais que buscam.

Imprimir
Enviar

Deixe seu comentário

Recomendado

Menu

Pesquisar
Close this search box.